Últimas Reportagens

Pousada 4 Estações - mais de 1.300kg de tambas em 3 dias de pesca

27/06/2018

Local: Pesqueiro Hotel Fazenda Quatro Estações – Vilarejo de Urucuia – MG

Data: Março/2012


Olá amigos leitores de nosso site, 
 

Nesse relato vamos descrever o terceiro e último dia da pescaria realizada no Hotel Fazenda Quatro Estações, localizado no Vilarejo de Urucuia que fica aproximadamente 67 km da cidade de Belo Horizonte.
 

Essa pescaria ocorreu no inicio do mês de março de 2012 durante a semana batizada por nossa equipe como Expedição Mineira e contou com a minha participação (Silvio Leme) e do Marcio David (os 2 aventureiros da equipe na Expedição Mineira) e nosso objetivo estava na captura dos gigantes redondos que apelidamos de “monstros mineiros”. 
 

Nesse terceiro dia, adotamos a mesma estratégia do dia anterior e combinamos de acordar bem cedo para inicio dos “trabalhos” e por volta das 05h40min h, ainda com o dia clareando estávamos no lago “U” e nos instalamos na ponta da Ilha/curva do “U” que permite a pescaria de ambos os lados do lago e decidimos iniciar a pescaria com a isca campeã dos dias anteriores, ou seja, a Labina com chicote de 50 cm de profundidade com bóia cevadeira. Em questões de minutos, uma das bóias desaparece e no momento de confirmar a fisgada observei pela tomada de linha se tratar de um bom exemplar que demorou a se entregar, mas quando chegou à margem observamos um lindo Tambacu que seguiu para a sessão de fotos com nossa equipe. Forma melhor de começar um dia de pescaria impossível!
 

 


 

Entretanto, após a captura deste peixe às ações pararam e apenas 2 (dois) outros exemplares foram fisgados, mas acabaram levando a melhor e escaparam durante a “briga”. Diante deste cenário, resolvemos fazer uma parada para o Café da Manhã muito bem servido no Quatro Estações e no retorno avaliamos que os peixes estavam mais ativos e agora nós de “barriga cheia” iniciamos pra valer a pescaria.
 

 


Apesar da ração/isca Labina ter feito a diferença nessa pescaria, não abandonamos a modalidade que mais gostamos de pescar (miçangas e Eva’s) e constantemente eu e o Marcio insistíamos com arremessos em algum canto do lago e com Eva’s na cor caramelo e miçanga café com leite, conseguimos capturar mais um belo exemplar de tambacu.
 

 


 

Com os peixes mais ativos a ração/isca Labina com chicote de 50 cm era fatal, bastava arremessar e aguardar alguns minutos para a (s) bóia (s) afundar (em) e muito peixes de “menor” porte continuaram sendo capturados.
 

 


 

Resumo dos equipamentos utilizados por nossa equipe nessa pescaria:
 

No Hotel Fazenda Quatro Estações, apesar de ser morada de gigantes redondos, não são necessários equipamentos reforçados e a equipe Fishingtur, utilizou varas de 20/30 libras de tamanho 1,80 m até 2,10, com carretilhas de perfil baixo comportando 100 m de linha monofilamento de bitola 0.37/0.40 mm e as tradicionais e consagradas Bóias Barão de 55/65 gramas para os arremessos.  As iscas mais utilizadas foram os Eva’s e miçangas com anzol Wide Gap 2/0 (maior produtividade na cor café com leite) o “Beijinho” (muito pouca produtividade) e a ração Labina na superficie e ou na meia-água, com anzol 2/0 e 4/0 haste longa.
 

Observando que os maiores exemplares estavam saindo mais na modalidade miçanga/Eva’s o Marcio se “isolou” em um dos cantos do lago e fez uma boa ceva e bons exemplares começaram a subir para se alimentarem e não demorou muito o Marcio me chama e com um sorriso maroto diz: “Esse é dos Bons”. Com várias tomadas de linha denunciava de fato um bom exemplar que se confirmou minutos depois quando entrou no passaguá e seguiu para as fotos nos braços do Marcio. Mais um Lindo Tambacu!
 

 


 

Aproveitando ainda o final da ceva feita pelo Marcio, consigo capturar mais um bonito exemplar e retribui a frase ao Marcio. “Esse também é dos bons”! 
 

 


 

O Marcio continuou na ceva com Eva’s e miçanga e deixou um equipamento no suporte com Labina e acabou fazendo um dublê que contou com a minha ajuda para retirada de um dos peixes e posso dizer que ele sofreu um pouco para tiragem das fotos com os 2 (dois) peixes nos braços...... contei ao menos 2 (dois) jabs e um direto de direita e ou de esquerda... não me lembro direito.......rs..... 
 

 


 

A manhã de pescaria no Quatro Estações estava de respeito e muitos “monstros mineiros” continuaram sendo capturados por nossa equipe.  
 

 


 

A todo o momento tínhamos peixes na ponta da linha e brincávamos um com o outro: “Se não quiser pegar peixe, não jogue a linha na água” e utilizando a ração Labina consigo fisgar e retirar do lago do Pesqueiro Quatro Estações mais um exemplar de Tambacu.  De fato, esse local é morada de gigantes!
 

 


 

Tivemos na parte da manhã uma pescaria digna de nota 10 e antes de partirmos para o tradicional e delicioso almoço da cozinha mineira servido no Quatro estações, ainda fizemos varias capturas e entre elas conseguimos cada um de nós um belo dublê.   
 

 


 

Muita alegria e comemoração durante o almoço e confesso que o cansaço tomava conta do nosso corpo, principalmente os braços, e após um breve e merecido descanso de quase 2 horas para repor as energias retomamos nossa pescaria e os peixes continuavam bem ativos e 3 (três) grandes peixes, digamos “panelas” rapidamente foram capturados.
 

 

 

 


 

Apesar do sol escaldante durante a tarde continuamos na “batalha” e bons peixes continuaram sendo capturados e um deles acabou cortando a linha de uma de minhas bóias e após alguns minutos identificamos a bóia estacionada em uma margem do lago e resolvi ir até o local fazer o resgate e depois de algumas tentativas consigo recuperar a bóia e o melhor, o lindo peixe de cor bem escura que o Marcio a distância mesmo com um peixe fisgado utilizou o zoom da câmera e conseguiu registrar.
 

 


 

Retornei ao nosso “QG” e o Marcio ainda continuava a “briga” com seu peixe e novamente escuto a frase: “Esse é dos Bons”. O peixe “brigou” demais e fiquei apenas acompanhando até o grande Tambacu se entregar para a sessão de fotos. Mais um belo exemplar nos braços da equipe Fishingtur para mostramos aos amigos leitores.  
 

 


 

Durante o final da tarde os peixes não pararam e tínhamos ação a todo o momento e sempre reforçávamos outra frase que ficou emblemática em nossa pescaria “Estamos no lugar certo no dia certo” e confiram abaixo a sequencia de peixes com os horários das capturas. Fenomenal!!!!
 

 

 


 

Amigos, com essas capturas chegou ao fim a nossa pescaria de 3 (três) dias no Pesqueiro e Pousada Quatro Estações e a quantidade de peixes, e de bons peixes capturados nos deixou nocauteados pelos gigantes que habitam o lago, mas conseguimos seguir na “luta” por todos os rounds e acreditamos que não houve perdedores nessa “batalha”, mas observem que fomos literalmente à lona, ou melhor, a grama!!!!!
 

 


 

Gostaria de deixar um grande abraço a todos os amigos pescadores e leitores do site Fishingtur, aos funcionários do Hotel Fazenda Quatro Estações e um especial ao Geraldo e Luciana pela simpatia e atendimento fornecido para nossa equipe e pela confiança depositada em nosso trabalho.


Silvio Leme – Equipe Fishingtur


Fotos: Marcio David e Silvio Leme
Texto: Silvio Leme e Marcio David
Edição: Marcio David 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Busca...

Please reload

boias de pesca, boia cevadira, boia torpedo
Carretilhas de Pesca Penn
Contato Fishingtur

Parceiros

Varas Ultralight Luck Lure

O maior portal de Pesca e Turismo do Brasil

Fishingtur Pesca e Turismo 2019