Últimas Reportagens

Clube de Pesca Paraíso Verde - Campo Limpo de Goiás - GO

06/03/2019

Data: 10 e 11 de maio de 2014

 

 

   Olá amigos!

 

   Nossa equipe em viagem a Goiás, onde nomeamos como Expedição Fishingtur na Terra do Pequi, percorremos 4 grandes pesqueiros entre eles o famoso e excelente Clube de Pesca Paraíso Verde, localizado em Campo limpo de Goiás. Embarcamos nesta aventura, eu(Fernando), Marcio David e Silvio Leme, e já posso adiantar que o lugar e os peixes realmente fazem jus ao nome PARAÍSO, pois se trata de um pesqueiro com uma infra-estrutura nota 10, e quem dirá os peixes, pois tem todas as espécies e querem saber mais? Todas elas são muito ativas e saem muito! Chegamos no Paraíso Verde no dia 10/05, por volta das 15h da tarde. Descarregamos as coisas, e nos deparamos com o pesqueiro lotado, mas isso já era de se esperar e então rumamos para um dos últimos quiosques da esquerda localizado do outro lado do restaurante. Após carregarmos muitas tralhas, isopores de isca, apoiadores, malas, tubos, etc... Enfim, chegou a tão esperada hora.  O Marcio e o Silvio já foram dando algumas copadas para começar, e eu demorei um pouco mais para começar a pescaria pois resolvi montar todas as varas de pirarara primeiro, pois como já sabem, essa espécie é uma de minhas paixões! Logo nos primeiros arremessos já saíram vários tambas, e destaque para uma bela carpa capim que o Marcio pegou no palminho com ração na pinga.

 

    A noite foi chegando, e eu comecei a entrar em ação atrás das araras, e ao conversar com alguns leitores, absorvi o maior número de dicas e então optei por montar alguns equipamentos com boia e como isca cabeça de tilápia, e outros de fundo, com pele de frago e guelra, E o resultado ???
2 lindas PIRARARAAAAAS !!!!!! 

    Não poderia ter começado melhor, e conforme o tempo passava a inatividade das pirararas iam aumentando, então o jeito, foi montar os torpedos com diferentes iscas como Geleia, beijinho, ração na pinga, entre outras, e os redondos começaram a aparecer. E Marcio engatou uma bela cachapira com salsicha inteira na margem, vale ressaltar o equipamento utilizado para essa captura que foi uma Vara Ugly stick 17lbs da Shakespeare e uma carretilha Penn INternacional, munida com linha 0,45mm.
Foto 3

     Após a soltura da cachapira, o Marcio coloca novamente a isca no mesmo lugar, com a mesma isca, vara a 45 graus deixando a isca descer até ficar na superfície, isto a 40 cm da margem, e mais alguns instantes outra pancada na isca, essa muita mais forte. Corremos e ele mandou a fisgada, e já sentiu o peso, pela briga já descartamos a pirarara, porém como a diversidade de peixes do Paraíso verde é muito grande, não podemos ficar arriscando. Depois de quase 20 minutos de briga, uma gigante pincachara encosta na margem. Aquela pincachara era muito grande, e logo já corri pra pegar o passaguá e tirar aquele monstro. Fora da água a comemoração era a mil, pois um peixe daquele é muito raro de se ver em pesqueiros, e confiram a sessão de fotos que fizemos.

     Essa gigante foi realmente para fechar a noite visto que estávamos muito cansados, e o frio estava nos castigando na beira do lago. Resolvemos ir dormir, e antes mesmo das 5:30 da manhã, já estávamos nós la de novo, na beira do lago, desta vez, optamos por ficar no meio do lago, um ponto muito bom para a pesca dos gigantes redondos, e logo nos primeiros arremessos já engato um baguá, na anteninha marrom e miçanguinha clara. O Marcio já com outra Cachapira, e o Silvio com mais um Tamba no Eva. Pessoal, isso foi em 20 minutos de pescaria ....  Realmente os peixes nos mostravam que seria um dia daqueles .... DE DOER O BRAÇO kkkkkk 

    Após as 10 da manhã, o peixe começaram a refugar muito os evas, e tentamos de todas as cores, tanto de evas quanto de miçangas, e então, resolvemos  mudar para o famoso palminho, então colocamos um chinu n4 e linha 0,40mm e logo nos primeiros arremessos já capturamos mais alguns tambas. Destaque para mais um gigante, desta vez do Marcio !

     Depois do almoço recebemos a visita de nosso grande amigo de longa data, o Zé Leão, um dos melhores pescadores de goiás, e que agora, tem uma excelente loja chamada  Rota do Pescador, aliás, quem precisar de equipamentos com excelente custo, entrem no site da loja ou em contato com o Leão através do face, e poderá adquirir produtos de qualidade com preço muito bom. Com um reforço de peso em nosso time, as capturas triplicaram, e ai meu amigo, era tamba para tudo quanto era lado.

      Pescamos o dia todo com as Boias Cevadeira Barão porém, ao ver muitos VERDÕES comendo a 15 metros da margem, questionei o leão, como poderíamos fazer para pegá-los, e então, ele nos ensinou a famosa pescaria com o couro de frango, que consiste em uma técnica muito apurada para colocar no anzol. Após uns 20 minutos de aula, consegui iscar, e logo nos primeiros arremessos, já conquisto o tão esperado VERDÃO. O Marcio insistiu no pão e o Silvio estava na cevadeira e no beijinho, também engatando muitos tambas.

      Já com o dia acabando, resolvemos então finalizar nossa matéria, pois os braços já estavam doendo de mais !!!!!  Fomos dormir mais cedo, e aguardem a parte 2, que com certeza não irão se arrepender !!!  E não podemos deixar de agradecer nosso amigo Juninho, proprietário deste excelente Clube de pesca.

ISSO Éééhhh FISHINGTUUUUUURRRR !!!! 

 

Abraços

 

Fishingtur


AGRADECIMENTOS

 

Pesqueiro Paraíso Verde

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Busca...

Please reload

boias de pesca, boia cevadira, boia torpedo
Carretilhas de Pesca Penn
Contato Fishingtur

Parceiros

Varas Ultralight Luck Lure

O maior portal de Pesca e Turismo do Brasil

Fishingtur Pesca e Turismo 2019